Sexta, 19 de Julho de 2024 21:37
(99) 9 9145-3761
Anúncio
Geral geral

Teresina: motoristas e cobradores de ônibus aprovam greve no transporte público

A deliberação de greve foi aprovada por unanimidade nesta quarta-feira (8)

08/05/2024 19h20
Por: REDAÇÃO AFML Fonte: Portal de União.
Teresina: motoristas e cobradores de ônibus aprovam greve no transporte público

Motoristas e cobradores de ônibus, que atuam no sistema do transporte público de Teresina, aprovaram, nesta quarta-feira (8), um indicativo de greve que iniciará na capital a partir da próxima segunda-feira (13). A decisão, certada pela categoria de forma unânime, foi deliberada após rodadas de negociação sem sucesso com o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina, o Setut.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários no Piauí (Sintetro-PI), foram realizadas ao menos três rodadas de negociação com o sindicato patronal (Setut), para reverter o anúncio de greve no transporte público de Teresina. Entretanto, mesmo com os subsídios propostos pela Prefeitura de Teresina, que custeiam parte do sistema, o Setut se recusa a negociar um reajuste salarial para a categoria.

Teresina: motoristas e cobradores de ônibus aprovam indicativo de greve; saiba mais - (Arquivo / O DIA)
Teresina: motoristas e cobradores de ônibus aprovam indicativo de greve; saiba mais

Além disso, os trabalhadores do transporte público de Teresina afirmam que tentaram negociar com o sindicato patronal o reajuste dos outros benefícios à categoria, mas que não conseguiram ter êxito e nem o avançar das negociações.

Diante disse, o Sintetro-PI destacou que a partir da próxima segunda-feira, 13 de maio, motoristas e cobradores de ônibus em Teresina entrarão em estado de greve. Durante esse período, serão realizados movimentos esporádicos, em tempos determinados no dia, e em algumas linhas, como forma de protesto pela não evolução das proposições de reajuste salarial.

“Solicitamos a compreensão e apoio da população e da mídia, enfatizando que todas as ações estão sendo tomadas com o máximo de responsabilidade e em busca de um acordo que valorize o trabalho e a dignidade dos profissionais que representamos”, diz trecho da nota.

Conforme as informações, a classe trabalhadora argumentou ainda que, caso não haja avanços significativos nas negociações até o dia 20 de maio, será deflagrada uma paralisação geral dos serviços em toda a cidade.

Outro lado

A reportagem do O Dia entrou em contato com o Setut, em busca de mais informações sobre as alegações citadas pelos motoristas e cobradores de Teresina. Entretanto, até o fechamento desta matéria ainda não havíamos obtido retorno. O espaço segue aberto para maiores esclarecimentos.

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias