Quinta, 20 de Janeiro de 2022
(99) 98826-8130
Anúncio
Geral Geral

Polinter prende 5 pessoas e acha documentos em branco do Detran .

A Delegacia de Polícia Interestadual (Polinter) estourou um ponto .

13/01/2022 17h49 Atualizada há 6 dias
27
Por: Redação Fonte: Cidadeverde
divulgacao.
divulgacao.

A Delegacia de Polícia Interestadual (Polinter) estourou um ponto de adulteração de veículos no bairro Colorado, zona Sudeste de Teresina. Durante a diligência, realizada ao longo de todo o dia, cinco pessoas foram presas em duas residências, onde foram encontrados diversos materiais usados na prática criminosa, como placas, documentos falsificados, máquina de solda, furadeira e lixadeira.

Segundo o delegado Marcelo Dias, coordenador da Polinter, o grupo era liderado por um dos principais adulteradores de veículos da capital, alvo de investigação iniciada ainda em 2021. Com eles, os policiais também encontraram documentos em brancos que haviam sido furtados do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PI). 

"Por conta disso foram autuados em vários crimes, como associação criminosa, receptação qualificada, trafico de drogas e posse de armas. Há tempos havia essa investiação contra ele, mas nunca conseguíamos as provas. Desta vez a gente teve bastante exiti, consegumos vastas provas e por conta disso ele ficou preso e a tendencia é que a prisão seja mantida na audiencia de custódia por conta dessa robustez probatória", disse o delegado.

A suspeita da Polinter, deve concluir o inquerito em 30 dias, é que o líder do grupo contava com a ajuda dos cumplices para conseguir os veículos roubados. No local das buscas, os policiais também encontraram uma arma. "Temos informação que ele tinha os comparsas que faziam os roubos e levavam os veículos para ele, que fazia de duas a três adulterações por semana, todas levdas por esses parceiros", completou Dias.

Orientações

Para evitar cair em  golpes, a Polinter sugere que compradores de veículos usados sempre façam uma vistoria, no órgão ou em uma das oficinas credenciadas no Detran-PI. "Eles idenfiicam se aquele veículo é adulterado e você evita comprar algo ilegal", pontuou o delegado.

Implicações

Caso o comprador arrisque seguir com a negociação mesmo sabendo que o veículo é clonado, ela corre risco de ficar sem o bem e de ser implicada criminalmente. "Ela pode ser presa a qualquer momento, por receptação culposa ou dolosa, além que todas as vezes que a vistoria da Polinter verifica que um determinado veiculo é adulterado, ele ja fica apreendido automaticamente", finalizou Marcelo Dias.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.