Quinta, 20 de Janeiro de 2022
(99) 98826-8130
Anúncio
Dólar comercial R$ 5,45 0%
Euro R$ 6,18 0%
Peso Argentino R$ 0,05 +0.077%
Bitcoin R$ 242.016,73 +0.588%
Bovespa 108.230,81 pontos +1.47%
Economia Economia

Mais de 530 mil famílias no Piauí vão receber auxílio após queixa do Consórcio Nordeste

As novas famílias incluídas já começaram a receber notificações desde a última semana.

11/01/2022 19h50
17
Por: Redação Fonte: Agência Brasil
divulgacao
divulgacao

Um total de 530.885 mil famílias de baixa renda do Piauí serão contempladas pelo Auxilio Brasil, no valor mínimo de R$ 400, já neste mês de janeiro, é o que afirma o Ministério da Cidadania ao divulgar, nesta terça-feira (11), o quantitativo de beneficiários do programa nos estados. Até dezembro de 2021, eram 455.684 piauienses atendidos pela iniciativa.

A não inclusão de famílias, levou os governadores do Consórcio Nordeste a questionarem o governo federal junto ao STF (Supremo Tribunal Federal). No levantamento dos governadores, cerca de 2,2 milhões famílias estavam na lista de espera, sendo 844 mil somente no Nordeste. 

Segundo o  Ministério da Cidadania, o aumento do número de assistidos pelo novo programa de transferência de renda do Governo Federal ocorre por conta da fila de elegíveis para ingresso no Auxílio Brasil ter sido zerada em todo o país. No Piauí, 75.201 pessoas aguardavam inclusão no programa assistencial desde o ano passado e agora começarão a receber o benefício. 

Segundo Roberto Oliveira, gerente dos programas de transferência de renda da Secretaria de Assistência Social e Cidadania (Sasc), esse crescimento de beneficiários é resultado do trabalho de busca ativa realizado das equipes dos Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) espalhados pelo estado.

“Nós que fazemos o trabalho de monitoramento já tínhamos essa quantidade de famílias que estavam na condição de extrema pobreza e que infelizmente, por conta das paralisações de novas concessões, acabou aumentando a demanda, mas hoje temos essa boa notícia de novos beneficiários”, disse o gerente ao Cidadeverde.com.

O Auxílio Brasil foi criado em 2021, através de uma Medida Provisória (MP) editada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), como um substituto do antigo Bolsa Família. Ele deve atender um total de 17,5 milhões de famílias, o maior número de beneficiários da história dos programas federais de transferência de renda, com um investimento superior ao R$ 7,1 bilhões.

Apesar disso, na época em que a criação e implantação do programa ainda era discutida, gestores estaduais e municipais cobravam informações mais detalhadas sobre a transição entre os dois programas, temendo justamente a exclusão de alguns beneficiários, o que fato aconteceu, inclusive no Piauí.

“Na transição, tivemos uma perda de mais de 3,4 mil famílias. Segundo o Governo Federal, eram famílias que estavam com o cadastro desatualizados ou tinha alguma inconsistência [...] criticamos um pouco essa postura porque durante a pandemia não houve incentivo para que as famílias fizessem a atualização cadastral", argumentou Roberto Oliveira.

Calendário de pagamento

O calendário de pagamentos do Auxílio Brasil de 2022 tem início no dia 18 de janeiro. Para saber em que dia o benefício fica disponível para saque ou crédito em conta bancária, a família deve observar o último dígito do Número de Identificação Social (NIS), impresso no cartão de cada titular. Para cada final do NIS há uma data correspondente.

As novas famílias incluídas já começaram a receber notificações desde a última semana. Ao entrar no programa, elas recebem, via Correios, no endereço informado durante o cadastramento, duas cartas da CAIXA: a primeira é um informativo com orientações gerais, enquanto a segunda traz o Cartão Auxílio Brasil.

O cartão é gerado automaticamente em nome do responsável familiar. Com ele, é possível sacar o valor integral do benefício ou fazer saques parciais. Além disso, o beneficiário pode movimentar os recursos pelo aplicativo Caixa Tem, com opções de pagar contas, fazer transferências, conferir extrato e outros serviços.  As parcelas mensais do Auxílio Brasil ficam disponíveis para saque por 120 dias após a data indicada no calendário. Os beneficiários podem conferir no extrato de pagamento a “Mensagem Auxílio Brasil” com o valor do benefício. 

Breno Moreno (Com informações do Ministério da Cidadania) .

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.