Quinta, 20 de Janeiro de 2022
(99) 98826-8130
Anúncio
Polícia Crime

Suspeito de matar prefeito de Madeiro é primo da vítima.

Delegado Abimael de Sousa esteve no local e ouviu testemunhas. Suspeito é Felipe Anderson

29/11/2021 19h25
33
Por: Redação Fonte: Fala Piauí
divulgacao.
divulgacao.

Delegado Abimael de Sousa esteve no local e ouviu testemunhas. Suspeito é Felipe Anderson, jovem que é filho de um primo do prefeito. Ainda não se sabe o que pode ter motivado o crime.

 
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O delegado de Polícia Civil do Piauí Abimael de Sousa informou que o suspeito de matar o prefeito de Madeiro, José de Ribamar Araújo Filho, mais conhecido como Zé Filho (Progressistas), foi identificado como Felipe Anderson, 25 anos, e seria primo de segundo grau da vítima. Ainda não se sabe qual a motivação do  crime e o rapaz fugiu e ainda não foi localizado 

"Testemunhas relataram que ele mora a 300 metros do local do crime. Ele teria deixado a moto ligada próximo do carro do prefeito, ficou aguardando ele chegar perto do carro para ir embora e nesse momento chamou o prefeito. Quando ele olhou, o autor disparou o primeiro tiro, que atingiu ele na cabeça. Depois que o prefeito caiu, ele disparou mais dois tiros, subiu na moto e fugiu", descreveu o delegado.

No local, foram recolhidas cápsulas de projéteis que atingiram o gestor e a suspeita é de que ele tenha sido atingido por disparos de revólver. Segundo ele, o caso agora ficará sob responsabilidade do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), de Teresina.

Ainda não se sabe qual a motivação do crime. Segundo o delegado, o pai do suspeito - primo do gestor - fazia parte da gestão anterior à frente da prefeitura e teria sido retirado da administração assim que Zé Filho assumiu .

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.